Hello Research | OLIMPÍADAS 2016
17117
single,single-post,postid-17117,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-7.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.5.1,vc_responsive
 

OLIMPÍADAS 2016

Olimpíadas-2016-Mídia_FINAL

26 fev OLIMPÍADAS 2016

A 150 dias da abertura o interesse no evento ainda é baixo e cai a esperança em medalhas

As Olimpíadas do Rio de Janeiro se aproximam já com uma primeira grande prova à vista: conquistar o torcedor brasileiro. Num período conturbado, a população perdeu ânimo. Se a 500 dias dos jogos, 34% dos brasileiros se diziam interessados no evento, hoje são apenas 24%.

Os resultados são do estudo exclusivo Jogos Olímpicos – percepção e engajamento, que mediu a expectativa do país para as Olimpíadas e como os torcedores vão assistir às provas.

No intervalo de quase um ano entre a primeira e segunda tomada, a esperança em medalhas de ouro para o Brasil caiu cerca de 10 pontos percentuais. Em 2015, 71% dos entrevistados acreditavam em ao menos uma medalha, agora, o número é de 60%.

Para nosso CEO Davi Bertoncello, a herança da Copa e o contexto de crise influenciaram essa visão mais pessimista: “A Copa do Mundo de 2014 foi frustrante dentro de campo e, apesar de não ter apresentado grandes problemas de organização fora dele, acabou não atingindo os resultados prometidos em relação a legado e economia. Se somarmos isso com a crise econômica e a instabilidade política que vêm derrubando os ânimos dos brasileiros e inflando de maneira geral a insatisfação com o país, o resultado da equação não poderia ser muito favorável às Olimpíadas mesmo”.

Jogos Olímpicos: Percepção

A população praticamente de divide pela metade quando o assunto é o apoio às Olimpíadas: de um lado, 47% dos brasileiros se dizem favoráveis aos jogos e, do outro, 32% se dizem indiferentes e 21% contrários.

E em relação à confiança no sucesso do evento, 41% dizem não saber se esta edição será melhor do que a última em Londres, 31% acreditam que sim e 28% que ela será pior – o que representa um empate estatístico considerada a margem de erro da pesquisa de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa avaliou o apoio da população a algumas ideias recorrentes sobre os jogos. A desconfiança sobre a corrupção supera a confiança de que os jogos deixarão um legado para o país. Confira:

  1. A) “O dinheiro investido nos Jogos Olímpicos deveria ser empregado na solução de problemas reais para ajudar a população”

82% Concorda | 12% Não Sabe | 6% Discorda

  1. B) “Vai haver desvio de verba pública nas obras para os Jogos Olímpicos”

75% Concorda | 20% Não Sabe | 5% Discorda

  1. C) “Os Jogos Olímpicos vão ser bons para o Brasil arrecadar mais dinheiro”

58% Concorda | 24% Não Sabe | 18% Discorda

  1. D) “Os Jogos Olímpicos vão deixar um legado para o país e para o povo brasileiro”

52% Concorda | 31% Não Sabe | 17% Discorda

Jogos Olímpicos: Engajamento

Mas, na contramão do desânimo, o nível de conhecimento sobre os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro aumentou 44%. A 500 dias dos jogos 52% da população sabia de cabeça que eles seriam realizados no Brasil e no Rio. Hoje, o conhecimento espontâneo chega a 75%.

Na opinião do nosso CEO Davi Bertoncello, o crescimento mostra que ainda há espaço para incentivar o espírito olímpico e conquistar a torcida: “Com certeza, quanto mais nos aproximarmos dos jogos, mais destaque a imprensa dará aos aspectos esportivos das Olimpíadas e mais peças publicitárias vão estimular o orgulho verde e amarelo e gosto do brasileiro pelo esporte. O interesse da torcida ainda tem muito potencial e as Olimpíadas devem se concretizar como a maior oportunidade para as marcas driblarem a crise com novas estratégias de venda e marketing”.

O estudo Jogos Olímpicos – percepção e engajamento avaliou como o brasileiro costuma acompanhar esportes e quais modalidades chamam mais sua atenção nas Olimpíadas.

A TV aberta é o principal canal para os espectadores de esporte: 81% disseram que costumam assistir a transmissões esportivas por ela e também é onde 72% buscam notícias de esportes. A TV fechada foi citada por 22% dos entrevistados como um dos canais por onde também assistem a transmissões esportivas, a internet foi citada por 20% e o rádio por 11% dos entrevistados.

A faixa nobre da TV, a noturna, é a mais apropriada para acompanhar esportes na opinião de 53% dos brasileiros. Entre as modalidades, o futebol se destacou atraindo a atenção de 40% das pessoas. Acompanhando a tradição do país em Olimpíadas, Vôlei, Natação, Ginástica, Atletismo e Judô são os outros esportes que mais chamam a atenção dos torcedores.

 

Sobre a Pesquisa

A Hello Research entrevistou pessoalmente 1200 pessoas nas 5 regiões brasileiras. Os resultados representam a opinião de cidadãos com mais de 16 anos moradores de capitais, de regiões metropolitanas e do interior. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Faça o download do estudo completo aqui.

 

 

.